load
CENTRAL DE ATENDIMENTO 11 3907-5789 11 96654-0821
WHATSAPP 1196654-0821

Código de Etica

Código de Etica

O que é o Código de Ética do Tarot?

Desde que iniciei minha jornada de estudos e pesquisas com os oráculos, muito tem sido produzido sobre o significado deles, sua função e aplicação. Por exemplo no que se refere ao trabalho com as cartas, vemos apenas textos que apresentam o significado de cada lâmina, a possível origem e a relação deles com outras áreas do conhecimento ou mesmo com outros oráculos.

Nos últimos anos, e principalmente a partir das práticas mais intensivas dos oráculos, uma nova temática tem sido apresentada e diz respeito até onde o intérprete das cartas pode ir, qual sua real atuação e qual o seu limite para que não seja invasivo nos atendimentos?

Então, um Código de Ética do Tarot tem sido difundido de maneira que um conjunto de princípios morais possam auxiliar o intérprete das cartas no seu atendimento. Essa é uma questão que muitos alunos e alunas tem dúvidas e por mais que discutamos essa questão, em nossos encontros, notamos que ainda há muito a ser falado.

Então compartilho com todos aqui o Código de Ética do Tarot, cuja versão original foi redigida em espanhol no 2º Congresso de Tarot realizado em Barcelona (Espanha) em 9 de março de 2013. A versão original e integral está disponível no site  Ética no Tarot (https://eticatarot.wordpress.com/) e pode ser baixado gratuitamente.

Segundo o site acima, O Código de Ética do Tarot está dividido em duas seções:

  • Os compromissos éticos, em que se detalham os aspectos que configuram o código de ética em si.
  • Esclarecimentos e recomendações relacionadas com o código de ética, dirigidos, respectivamente, aos consulentes e profissionais de Tarot.

E porque é importante um código de ética?

Na apresentação do código esta questão é respondida com o seguinte texto: 

"O uso profissional do Tarot em aconselhamentos é uma atividade que não conta com uma formação homologada – tanto na interpretação do oráculo quanto na condução do atendimento em si.

Muitos tiveram acessos a cursos e workshops, presenciais e/ou online. Muitos se desenvolveram de forma autodidata através de diferentes livros e conteúdos disponíveis na internet – ou mesmo através de uma única fonte. Muitos possuem acentuadas faculdades psíquicas e têm um jeito próprio de acessar informações e transmiti-las ao consulente.

Independente dos antecedentes e da habilidade de cada um com as cartas, o objetivo de um código ético não é dizer como as pessoas devem trabalhar, mas estabelecer parâmetros seguros e adequados de atuação, protegendo o profissional, aquele que procura este tipo de orientação e o segmento como um todo"

é.ti.ca
sf (gr ethiké) 1 Parte da Filosofia que estuda os valores morais e os princípios ideais da conduta humana. 2 Conjunto de princípios morais que se devem observar no exercício de uma profissão; deontologia – ciência do dever e da obrigação. 3 Parte prática da filosofia social, que indica as normas a que devem ajustar-se às relações entre os diversos membros da sociedade.

Esperamos que mais pessoas possam adotar ou mesmo terem como base este princípio ético e principalmente aplicá-lo em seus atendimentos.